PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

AGENDE SUA VISITA

AGENDE SUA VISITA
7 km do centro ao lado do Aterro Sanitário

terça-feira, 16 de maio de 2017

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO NA ESCOLA AMBIENTAL


A ESCOLA AMBIENTAL DE LAJEDO, recebeu no dia 12 / 05/2017 a visita Técnica da Coordenadora Geral da Educação Ambiental do Estado de Pernambuco a Profª Genilse Candido Gonçalves, que veio através do empenho da Gestão da Escola Ambiental em busca de parcerias com o Governo do Estado.


Em 2013 a gestão da Escola Ambiental esteve no SEMAS com um pedido de avaliação do trabalho que estava apenas começando, em alguns eventos e encontros no Estado de Pernambuco a gestora manteve contato direto com a diretoria de Educação Ambiental do SEMAS, e após conversas informais o Governo do Estado mostrou-se interessado nas ações e atividade desenvolvidas em Lajedo. 

A Secretaria Municipal de Educação Neide Félix, não poupa esforços para que a Escola Ambiental mantenha a cada ano um alto nível em suas realizações, tanto que, a exemplo em 2015 enviou os profissionais da Instituição para serem capacitados no Planetário de Arapiraca e em 2016 deu total condição para reativação do equipamento que estava inoperante e em péssimo estado para funcionamento, ainda em 2016 autorizou a manutenção e os reparos para que a escola pudesse receber seus mais de 3.500 visitantes com conforto e em uma estrutura renovada. Não podemos deixar de citar o envio da equipe para participar de eventos, palestras e formações a última com a Companhia Energética de Pernambuco (CELPE). Se hoje somos destaque não poderemos deixar de lembrar a incansável luta da Secretária em manter um alto padrão na Escola Ambiental que hoje é referência não apenas no estado de Pernambuco, mas em vários estados do Nordeste.

A ESCOLA AMBIENTAL, é pioneira e vanguarda nas ações sócio-ambientais, em saúde ambiental e educação. Acompanharam a inspeção a Eng. Ambiental do Município a Srtª Letícia Cavalcante e o Diretor do Aterro Sanitário Cícero José e acompanharam da reunião o Presidente dos Conselhos Municipais Marcos Viana e o Empresário em Reciclagem Marcos André. 

A Visita Técnica em pessoa da Chefe do Departamento de Educação do Estado mostra que Lajedo está a frente de muitos municípios do Estado, e após a avaliação a Escola Ambiental de Lajedo, será a 1ª Escola Municipal a receber um viveiro para mudas do semiárido, que servirá como piloto para futuras instalações em outras escolas do Estado de Pernambuco, e que além disso, trará novas possibilidades na área da Botânica, Ecologia, Fitoterapia e Meio Ambiente. 

Como presente recebemos 200 mudas de IPÊ, que serão destinadas a Paróquia de Santo Antonio nas festividades do Padroeiro da cidade "Santo Antonio" que trabalhará a temática: "Cessem as palavras e falem as obras!"

A implantação está prevista para o mês do meio ambiente JUNHO, e a sua manutenção ocorrerá de maneira sustentável e com a participação das crianças do nosso município. O próximo passo será a assinatura oficial do Convênio para implantação da estufa na área da Escola Ambiental.


 


Texto e Imagens: Escola Ambiental de Lajedo - PE

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA AMBIENTAL

quarta-feira, 10 de maio de 2017

SEMPRE NOSSA GRATIDÃO


A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sorrindo A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre A imagem pode conter: 7 pessoas  A imagem pode conter: 24 pessoas, pessoas sorrindo, sapatos 

Uma forma de motivação para estudar é exatamente conhecer e respeitar a capacidade de cada aluno e, também, desenvolver uma metodologia específica para cada um. Um ensino individualizado e mais personalizado pode ser o começo de um engajamento de sucesso!

Constata-se que todos nós certamente temos uma história sobre professor para contar, eis que eles fazem parte de grandes momentos em nossas vidas e participam de todas as fases, desde a infância até a maturidade, passando por momentos difíceis como a etapa do vestibular, e posteriormente convivem com aqueles que conseguem ingressar no ensino superior. Mesmo tendo uma lembrança boa ou ruim, com certeza, você também tem um professor que nunca vai esquecer.

A contribuição deste profissional por meio da proliferação de seus conhecimentos e de nos despertar para outros, é de vital importância para formação de uma sociedade mais justa e igualitária. 

No entanto, o maior desafio da educação e dos professores na sociedade contemporânea é, mais do que nunca, articular as experiências e conhecimentos prévios dos alunos e propiciar o desenvolvimento da autonomia discente de forma a constituir uma inteligência coletiva que promova a democratização do conhecimento e exercício pleno da cidadania.

Para finalizar deixo uma mensagem a estes (as) companheiros (as) de profissão, mesmo com as inúmeras adversidades impostas aos professores devemos ter um motivo que nos encoraja, juntamente com outro que nos determina, seja quais forem nossos sucessos há um prêmio que não haverá de nos faltar e este encontraremos no fundo de nossos corações. 

Não podemos deixar de agradecer ao grande empenho dos estudantes nos desafios apresentados e por eles superados.

Somos gratos também a todos que fazem parte e acreditam na educação no Município de 
Lajedo, que não pouparam esforços para que a proposta do 5º Concurso da Escola Ambiental tivesse êxito. 

Todos somos campeões quando o ensino e aprendizagem estão em primeiro lugar em nossa amada Lajedo. 

Nós que fazemos a ESCOLA AMBIENTAL NOSSO MUITÍSSIMO OBRIGADO!.

sábado, 6 de maio de 2017

CNL / EDEL e MAME DE BENTO na disputa


UTILIZAR TODOS OS RECURSOS POSSÍVEIS

Com a proposta lançada no 5º Concurso da Escola Ambiental de se trabalhar a temática de "Eficiência Energética" os professores e alunos receberam a oportunidade de promover ações formativas que ajudam o aluno a aprender e a se desenvolver; ou melhor, que participa da regulação das aprendizagens e do desenvolvimento no sentido de um projeto educativo.

Importa, claro, saber como as ações foram efetivadas nas escolas, por que mediações retroagem sobre os processos de aprendizagem. Todavia, dos efeitos buscaram a intervenção que os produz e, antes ainda, as observações e as representações que orientam essa intervenção.

O COLÉGIO NORMAL 
  • Sala de aula
  • Exposição no Pátio da Escola para todos os estudantes
  • Intervenção Urbana para Sociedade Civil
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna


ESCOLA DOM EXPEDITO LOPES
  • Sala de Aula
  • Confecção Individual e em grupos de Maquetes
  • Exposição Científica na escola


ESCOLA MAME DE BENTO DO AMARAL
  • Sala de aula
  • Pesquisa de Campo (Comércio Local)
  • Entrevista com a Comunidade
  • Panfletagem
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Texto e Imagens: Escola Ambiental

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA AMBIENTAL

quinta-feira, 27 de abril de 2017

5º CONCURSO DA ESCOLA AMBIENTAL NA RETA FINAL







Os vencedores do concurso terão a oportunidade de conhecer o complexo eólico de Pernambuco, localizado na região de Caetés. 

 
  

CONCORRA E TENHA A OPORTUNIDADE DE LEVAR SEUS ALUNOS

O complexo Ventos de Santa Brígida é formado por sete parques eólicos, distribuídos entre os municípios de Caetés, Pedra e Paranatama, no agreste pernambucano. No total, há 107 aerogeradores instalados, com capacidade de gerar 181.9 MW, energia suficiente para abastecer 350 mil casas. O empreendimento, cuja energia foi comercializada no Leilão de Energia Reserva (LER) de 2013, recebeu investimento de R$ 864 milhões e foi responsável pela geração de aproximadamente 1000 empregos diretos e 2000 indiretos, com prioridade para mão de obra local. Este complexo cumpriu o cronograma de execução – dois anos a partir do leilão –, o que atesta a capacidade que a companhia tem de implantar grandes projetos eólicos em curto período. 
Ventos de Santa Brígida é o primeiro projeto da Casa dos Ventos em Pernambuco. Além deste, a companhia está investindo em outros dois complexos situados em municípios pernambucanos: Ventos de São Clemente e Ventos de Santo Estevão. De acordo com o diretor de Novos Negócios da Casa dos Ventos, Lucas Araripe, Pernambuco é uma escolha estratégica para os investimentos da companhia, devido à qualidade dos ventos no agreste do Estado e à logística favorável para a cadeia de fornecedores. 

O segundo projeto da Casa dos Ventos a ser inaugurado em Pernambuco, Ventos de São Clemente, está localizado nas proximidades do complexo eólico Santa Brígida e pode ser interpretado como uma segunda fase de um grande conglomerado de parques eólicos. Este projeto está em fase de obras civis e terá início de operação comercial no segundo semestre de 2016. 


O complexo eólico Ventos de São Clemente é formado por oito parques eólicos, que totalizam 216.1 MW, localizados nos municípios de Caetés, Pedra, Venturosa e Capoeiras. Este projeto, quando somado a Ventos de Santa Brígida, fará desta região um dos maiores polos de geração de energia eólica do país. 


Responsabilidade social e sustentabilidade em foco 


https://sites.google.com/site/arquivosescolaambiental/home/12081756_915404315197353_1786013104_n.mp4?attredirects=0&d=1

Para a implantação do complexo eólico Ventos de Santa Brígida foram arrendados de produtores rurais cerca de 3.500 hectares, entre os municípios de Caetés, Pedra e Paranatama. Com o arrendamento de terras – modelo que permite que as famílias recebam mensalmente uma quantia calculada a partir da energia gerada –, mais de R$ 2 milhões serão pagos anualmente aos moradores locais com propriedades arrendadas para o parque eólico. Além disso, a Casa dos Ventos destinou R$ 4 milhões para investir exclusivamente em projetos sociais que beneficiam as famílias da região. 


Entre essas iniciativas estão a reforma de escolas, construção de quadras poliesportivas, capacitação de gestores públicos e realização de cursos para a geração de emprego e renda. Com o início de operação do complexo eólico Ventos de Santa Brígida, cerca de 300 mil toneladas de dióxido de carbono deixarão de ser emitidas anualmente na atmosfera, contribuindo para um desenvolvimento sustentável, a partir da geração de energia limpa e renovável. 


Arte na turbina eólica 

Uma das 107 turbinas do complexo eólico Ventos de Santa Brígida foi adesivada com a arte de Cadu Mendonça, artista plástico paulista, a convite da General Electric, fornecedora das turbinas eólicas. A iniciativa foi em homenagem ao milésimo aerogerador da companhia instalado no Brasil. O resultado é uma obra de 20m de altura, com desenhos que remetem à cultura local, como a flor de Mandacaru; o Tesourão, pássaro símbolo de Pernambuco; e as engrenagens presentes na obra, que lembram o movimento executado pelas turbinas eólicas no processo de geração de energia.

Texto e imagens: Diário de Pernambuco
Vídeo: JN

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA AMBIENTAL

domingo, 23 de abril de 2017

ESCOLA AMBIENTAL participa da seleção de Práticas Ambientais feitas pelo Ministério do Meio Ambiente


Seleção EducaRES de Práticas de Referência em Educação Ambiental e Comunicação Social em Resíduos Sólidos

A ESCOLA AMBIENTAL DE LAJEDO - PE, já faz parte da Plataforma Educares desde 2014 com a prática "Estrutura e Funcionamento do Aterro Sanitário de Lajedo-PE: Teoria e Prática" homologado pelo MMA (Ministério do Meio Ambiente)em 14/08/2014.


Edital - 2017

Tendo em vista a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e sendo a educação ambiental um de seus instrumentos, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (SAIC) e seu Departamento de Educação Ambiental (DEA), resolve promover a presente Chamada Pública para Seleção EducaRES de Práticas de Referência em Educação Ambiental e Comunicação Social em Resíduos Sólidos e Recursos Hídricos, que criará uma base de dados de práticas existentes, com destaque para as práticas selecionadas resultante deste edital.

Serão selecionadas e publicadas até dez (10) experiências por segmento (sociedade civil, iniciativa privada e poder público), com destaque para práticas de Educação Ambiental e Comunicação Social, de acordo com critérios pré-definidos nesta Chamada. 

As práticas selecionadas serão reconhecidas como “Práticas de Referência Educares”, sendo inseridas com destaque especial na plataforma virtual Educares recebidas até dia 19/05/2017.

Os selecionados terão as práticas recomendadas e disponibilizadas pela SAIC/MMA, como referência para compor materiais pedagógicos e técnicos de publicações e processos formativos presenciais e/ou à distância produzidos pelo Governo Federal.

A plataforma virtual é parte integrante da Educares, e consiste de uma infraestrutura tecnológica colaborativa e de código aberto para divulgar práticas em Educação Ambiental e Comunicação Social (EA e CS), no contexto da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A ESCOLA AMBIENTAL CONCORRERÁ COM OS PROJETOS QUE UTILIZARAM PNEUS DE FORMA SUSTENTÁVEL:
A imagem pode conter: árvore, planta, atividades ao ar livre e naturezaPLAYGROUND COLÉGIO NORMAL A imagem pode conter: 3 pessoas, filho e atividades ao ar livre

Esse sistema oferece ao público o mapeamento georreferenciado das iniciativas brasileiras que se cadastram na plataforma, facilitando a visualização das práticas inspiradoras no território nacional.

PRAÇA DA  ESC. DE Sntª LUZIA

A imagem pode conter: planta, árvore, flor, atividades ao ar livre e natureza
Praça no ATERRO SANITÁRIO

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS - SCFV (PUFF'S)
A imagem pode conter: área interna

Levando em consideração a interface da PNRS com outras políticas públicas, essa edição mapeará também instituições que desenvolvam ações que relacionem a gestão dos resíduos á conservação e qualidade da água (Gestão de Recursos Hídricos).

Portanto, busca contribuir para a transversalidade da EA e da CS com as diversas ferramentas que planejam, avaliam e dão capilaridade à gestão na sociedade, entre elas, os planos de resíduos sólidos dos estados e municípios.

SITE OFICIAL



Fonte: http://educares.mma.gov.br/index.php/page/index/2
Imagens: Arquivo da Escola Ambiental

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA AMBIENTAL

terça-feira, 18 de abril de 2017

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA

Aconteceu na manhã do dia 18/04/2017 no auditório do IPSEL uma audiência pública com  representantes da sociedade civil para apresentação das Comissões Técnicas e de Coordenação do PME (Plano Municipal de Educação).

Como previsto na lei municipal 1555 do PME, a cada biênio o Plano Municipal de Educação é revisitado para monitoramento e avaliação. 

Membros da Mesa

 Apresentação cultural (leitura de cordel)

 1ª Palestrante


2ª Palestrante

 

 Cerimonial

 Leitura e aprovação da ATA


 Assinatura da ATA



PALESTRANTE: Roseli Joele Sobral (membro das comissões)

TEMÁTICAS ABORDADAS
"Histórico do PME em consonância com o PEE e PNE e apresentação dos  membros das comissões";

METAS NACIONAIS (PNE)

AS 10 DIRETRIZES DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO
◦I - erradicação do analfabetismo; 
◦II - universalização do atendimento escolar; 
◦III - superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da cidadania e na erradicação de todas as formas de discriminação; 
◦IV - melhoria da qualidade da educação; 
◦V - formação para o trabalho e para a cidadania, com ênfase nos valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade; ◦VI - promoção do princípio da gestão democrática da educação pública; 
◦VII - promoção humanística, científica, cultural e tecnológica do País; 
◦VIII -estabelecimento de meta de aplicação de recursos públicos em educação como proporção do Produto Interno Bruto (PIB), que assegure atendimento às necessidades de expansão, com padrão de qualidade e equidade; 
◦IX -valorização dos (as) profissionais da educação; 
◦X -promoção dos princípios do respeito aos direitos humanos, à diversidade e à sustentabilidade socioambiental.

PALESTRANTE: ANDRÉA FÉLIX (membro das comissões) 
TEMÁTICAS ABORDADAS
Etapas da realização e apresentação do relatório analítico das metas 01 e 18 do PME.


ETAPA 1: ORGANIZAR O TRABALHO

ETAPA 2: ESTUDAR O PLANO

ETAPA 3: MONITORAR CONTINUAMENTE AS METAS E ESTRATÉGIAS

ETAPA 4: AVALIAR O PLANO PERIODICAMENTE 


A próxima etapa dar-se-á com a formação e capacitação dos membros das comissões pela UNDIME, para que subsequentemente aconteça uma Conferência Municipal de Educação ainda este ano sobre o andamento das metas do Plano Municipal de Educação para toda sociedade lajedense.

Texto e imagens: Andréa Félix

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA AMBIENTAL DE LAJEDO


sexta-feira, 7 de abril de 2017

CINE TELA VERDE ABRE INSCRIÇÕES



Cine Tela Verde seleciona espaços exibidores 
Resultado de imagem para cine tela verde

Interessados têm até 4 de maio para participar do processo seletivo para a 8ª edição da mostra ambiental independente. 


Instituições interessadas em abrir espaços exibidores para a 8ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente – Circuito Tela Verde – têm até o dia 4 de maio para participar do processo seletivo por meio do preenchimento de cadastro. Serão critérios de priorização na seleção: a data do cadastramento e a área das instituições, de acordo com o regulamento

A mostra tem por objetivo divulgar e estimular atividades de educação ambiental, participação e mobilização social por meio da produção independente audiovisual e atender a demanda de espaços educadores por materiais pedagógicos multimídias. Para a 8ª edição foram selecionados 21 vídeos. Acesse a lista completa


O Circuito Tela Verde é uma iniciativa do Departamento de Educação Ambiental, vinculado à Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), realizada em parceria com a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura. 


COMPROMISSOS 

Os espaços exibidores selecionados devem realizar uma ou mais mostras com os vídeos da 8ª edição do Circuito Tela Verde, com autonomia para definir quais vídeos serão exibidos e quantas vezes utilizarão o kit enviado. 


Após as exibições, o espaço deve enviar ao Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente uma avaliação de como foi o processo, por meio de formulário específico, que será disponibilizado na página do Circuito Tela Verde

CIRCUITO 

O Tela Verde promove regularmente a Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente, que reúne vídeos com conteúdo socioambiental para serem exibidos em todo território nacional e em algumas localidades fora do país. O circuito procura atender às demandas de inúmeras instituições que buscam, no MMA, materiais que subsidiem ações de educação ambiental.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE 
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA AMBIENTAL