sábado, 28 de setembro de 2013

PETI - Promove 1ª Semana Ambiental na ESCOLA AMBIENTAL


 




Nailson José - Universitário


   


O Programa Social PETI, (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), organizou a 1ª Semana ambiental, que teve objetivo proporcionar a conscientização dos danos causados pelo o lixo quando é jogado em local inadequado.

  



    Os trabalhos iniciaram-se com as visitas do PETI de Imaculada, Olho d’ água dos Pombos, Bom Jesus e Pau - Ferro a ESCOLA AMBIENTAL e ao Aterro Sanitário, que foram de fundamental importância conhecer para onde vai o lixo doméstico de Lajedo, e os cuidados que o aterro desenvolve para tal, além da importância do reciclar, reaproveitar, tantas e tantas coisas que podem ser úteis no dia-a-dia, ao retornarem as atividades em sala, as crianças desenvolveram cartazes de conscientização e repassaram a mensagem central para suas famílias de tudo aquilo que vivenciaram.

    Uma semana “rica” de conhecimentos, cada criança com seu gesto de curiosidade e vontade de aprender e lutar por um País em que as pessoas saibam amar e cuidar da natureza.



Texto: Nailson José
Imagens: Cíntia Fernandes (ESCOLA AMBIENTAL)



Estação Meteorológica


Cooperação, união e merenda de qualidade


Entrega de Mudas


Biogeografia - solo, relevo, rochas, cartografia e vegetação



“É muito importante para a nossa cidade ter uma ESCOLA AMBIENTAL e um Aterro Sanitário, principalmente as pessoas que trabalham, da para perceber a valorização do ambiente, e a riqueza que cada um recebe ao visitar.” (Leidjne. -Monitora do PETI)

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

MORINGA: PLANTA COM GRANDE VALOR NUTRITIVO E MEDICINAL


Ivaldo Izaías Panta




Historiador, Assistente Social, Técnico em Alimentação Escolar e com Especializações em Meio Ambiente e Recursos Humanos. 




Em 2005 participando de um seminário no santuário das comunidades em Caruaru. Onde pela primeira tive contato com a semente da planta moringa, fiquei encantado, fui tratando logo em pesquisar, buscar informações, conseguindo assim, algumas sementes no dia 28/07/2007, que coincidindo com dia do meu aniversário data esta que sempre comemoro com a distribuição de sementes, panfletos e palestras assim, compartilho algumas experiências práticas que tenho vivenciado, juntamente com a comunidade.
Venho divulgando em toda região principalmente, nos movimentos sociais a importância da mesma, tendo grande importância nutricional sendo comprovado cientificamente na alimentação humana e animal. Tenho encontrado apoio de assistentes sociais, educadores, biólogos, acadêmicos em enfermagem, pesquisadores, historiados, agricultores e donas de casa.

A moringa (Moringa oleifera Lam) é uma espécie de origem indiana que tem se adaptado satisfatoriamente às condições climáticas do semiárido do Nordeste Brasileiro. Sendo cultivada em nossa região tanto em terra irrigada como seca. Sua raiz, folhas, flores e sementes, são importantes afinal, tudo tem uma utilidade. Apresentando grande potencial com a sua variedade de usos: alimentar, agrícola, medicinal, industrial e no tratamento de água para o consumo humano. Entretanto, Por não ser uma espécie explorada comercialmente, a moringa ainda é pouco estudada.

Dentro da dinâmica do estudo o proposito é divulgar em todos os setores para que todos tenham conhecimento da importância que tem para nossa região, este artigo esta aberto a todos aqueles que motivado pelo desejo de colaborar na divulgação dessa espécie alimentar tão pouco divulgada em nossa região.







Referências: http://www.scielo.br/scielo.php
Texto e Imagens: Ivaldo Panta

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Concurso de vídeos escolares



Escolas de educação básica da rede pública de todo o país podem fazer a inscrição de vídeos para o prêmio Curta Histórias até 10 de outubro próximo. Cada unidade de ensino pode inscrever um vídeo, produzido por equipe formada por um professor ou educador responsável e até cinco alunos.

A iniciativa visa a incentivar novos talentos e estimular o desenvolvimento de atividades pedagógicas audiovisuais de cunho cultural e educativo em escolas públicas. Criada este ano, tem na primeira edição o tema Africanidades Brasileiras.

De acordo com o edital, poderão participar do prêmio: alunos de educação básica da rede pública de ensino de todo o país, de escolas localizadas nas capitais, que estejam participando de um dos programas: a) Mais Educação, nos macrocampos: educomunicação, comunicação e uso de mídias, cultura digital e cinema; b) Ensino Médio Inovador, no macrocampo: comunicação e uso de mídias e cultura digital. Também poderão participar alunos de educação básica da rede pública de ensino de todo o país, de escolas que estejam participando do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem).

Os vídeos devem ter no máximo um minuto de duração, sem contar os créditos. As imagens podem ser captadas por aparelhos de telefone celular e câmeras domésticas.

O prêmio terá dez finalistas. Um dos três vencedores será escolhido por júri popular. Os outros dois, pela comissão julgadora final. Os estudantes participarão de oficina de formação em cinema e empreendedorismo, com duração de 24 horas. Cada integrante da equipe, assim como o professor, receberá um tablet e um smartphone. À escola dos vencedores caberá um aparelho data show, um DVD, uma filmadora digital e uma câmera fotográfica semiprofissional.

Os vencedores serão anunciados em 25 de novembro, em Brasília, em evento com a participação das dez equipes finalistas.

O Curta Histórias está voltado para a valorização da identidade étnica e racial do povo brasileiro, alinhada à Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece diretrizes curriculares para o estudo da história e da cultura afro-brasileira e africana. É uma oportunidade de os estudantes conhecerem o pensamento e as ideias de importantes intelectuais negros, a cultura, a arte e as religiões de matriz africana.

O prêmio é uma parceria da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação com a Fundação Casa da Árvore, Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), Fundação Vale e Fundação Telefônica.

As inscrições devem ser feitas na página do prêmio na internet.

26 DE SETEMBRO DIA NACIONAL DOS SURDOS


A criação de espaços que respeitem os surdos e sejam adequados para sua educação é muito importante para a inserção dessas pessoas na sociedade. “Pensar numa escola para surdos é pensar numa escola que trabalha o surdo na sua diferença cultural, histórica e política. Para isso, tem que pensar que ela toda tem que saber a língua de sinais, aprofundar a língua de sinais, porque todos os surdos têm que estudar sua língua culta”, esclareceu.

Uma das vantagens do modelo de educação solicitado, em comparação à inserção de intérpretes em salas de aulas comum, é o aperfeiçoamento dos surdos em relação à Libras. “Isso é uma exclusão. Sabemos que 99% dos surdos são filhos de pais ouvintes.

A Comunidade Surda Brasileira comemora em 26 de setembro, o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas as lutas históricas por melhores condições de vida, trabalho, educação, saúde, dignidade e cidadania.

A Federação Mundial dos Surdos já celebra o Dia do Surdo internacionalmente a cada 30 de setembro. No Brasil, o dia 26 de setembro é celebrado devido ao fato desta data lembrar a inauguração da primeira escola para Surdos no país em1857, como nome de InstitutoNacional de Surdos Mudos do Rio de Janeiro, atual INES‐InstitutoNacional de Educação de Surdos.

Toda esta história começou em 26 de setembro de 1857, durante o Império de D. Pedro II, quando o professor francês Hernest Huet fundou, com o apoio do imperador o Imperial Instituto de Surdos Mudos. Huet era surdo. Na época, o Instituto era um asilo, onde só eram aceitos surdos do sexo masculino. Eles vinham de todos os pontos do país e muitos eram abandonados pelas famílias.

Fonte e Imagem: google


segunda-feira, 23 de setembro de 2013

APRENDENDO NA PRÁTICA - ESCOLA PROFESSORA IRENE LEÃO

APRENDENDO NA PRÁTICA

Texto e Imagens: Profª  Danúbia Martins


Nessa quinta-feira dia 19 de setembro de 2013 foi realizada a visita a ESCOLA AMBIENTAL de Lajedo pelos alunos do 6º Ano “A” da Escola Municipal Professora Irene Leão como forma de aprendizagem continuada. Durante a visita foram vivenciados os assuntos já trabalhados em sala de aula, enfatizando e desenvolvendo a consciência a proteção ao meio ambiente, nossa responsabilidade individual e coletiva ao destino do lixo que nós mesmos produzimos e seu impacto imediato e temporal.

Devemos incentivar como educadores o prazer à aprendizagem na vivência do conhecimento, para que esse conhecimento se torne um saber no qual molde a personalidade e o senso crítico dos nossos alunos, formando assim nossos multiplicadores e protetores do meio ambiente.

Os resultados durante e após já são bastante interessantes, pois notei a curiosidade por parte dos alunos em sua participação ativa durante a visita, seu questionamento em alguns aspectos que não foram abordados durante as práticas teóricas na sala de aula e principalmente, sua observação ao meio em que vivem, tendo por exemplos vivenciados durante a volta a escola onde eles apontaram os caminhões que se destinavam ao Aterro Sanitário, os quais passaram todos devidamente cobertos para que o lixo não caísse durante a viagem. Ou mesmo o fato da falta de consciência da população nos locais em que há lixo a céu aberto. São esses indicadores que provam que devemos incentivar e promover a aula de campo, para que nossos alunos desenvolvam o seu próprio conhecimento, sabendo que são de nossas pequenas ações, individuais e coletivas que depende o futuro do planeta.

Estaremos realizando com os alunos junto à comunidade projetos que promovam a conscientização e importância da reciclagem. Divulgação e esclarecimentos sobre a necessidade da coleta de pilhas e baterias e suas conseqüências ao meio ambiente e sua saúde, proporcionando a devida coleta e encaminhando para os postos de coleta adequados.

Quero deixar nosso profundo agradecimento e admiração pelo trabalho realizado na ESCOLA AMBIENTAL de Lajedo, pois nos proporcionou essa maravilhosa experiência, e pelo seu profissionalismo e responsabilidade com o meio ambiente, os quais não foram perdidos pelos meus alunos e será fonte de referência para eles, muito obrigada em nome da turma, da Escola e do meio ambiente.









Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

sábado, 21 de setembro de 2013

DIA MUNDIAL SEM CARRO - 22 de Setembro




A data foi criada na França, em 1997, sendo adotada por vários países europeus já no ano 2000.

No dia 22 de setembro, em cidades do mundo todo, são realizadas atividades em defesa do meio ambiente e da qualidade de vida nas cidades, no que passou a ser conhecido como Dia Mundial Sem Carro. Na Europa, a semana toda é recheada de atividades, no que chamam de Semana Europeia da Mobilidade (16 a 22 de setembro).

O objetivo principal do Dia Mundial Sem Carro é estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, além de propor às pessoas que dirigem todos os dias que revejam a dependência que criaram em relação ao carro ou moto. A ideia é que essas pessoas experimentem, pelo menos nesse dia, formas alternativas de mobilidade, descobrindo que é possível se locomover pela cidade sem usar o automóvel e que há vida além do para-brisa.


Fonte: pt.wikipedia






sexta-feira, 20 de setembro de 2013

21 de Setembro DIA DA ÁRVORE - A PRIMAVERA CHEGOU!


De acordo com o Decreto Federal nº 55.795 de 24 de fevereiro de 1965, foi instituída em todo o território nacional, a Festa Anual das Árvores, em substituição ao chamado Dia da Árvore.

No hemisfério sul, o dia 21 de Setembro marca a chegada da primavera, estação onde a natureza parece recuperar toda a vida que estava adormecida pelos dias frios de inverno. No Brasil, há 30 anos, formalizou-se então o dia 21 de Setembro como o Dia da Árvore - o dia que marca um novo ciclo para o meio ambiente e o tempo para se reforçar os apelos para a conscientização de todos em favor do meio ambiente.


O homem precisa ter consciência de que as plantas também são seres vivos e que levam tempo para se desenvolverem. Uma árvore leva longos anos para ficar bem desenvolvida e algumas são tão velhas que são tombadas como patrimônio histórico, devendo ser preservadas. PLANTE E CUIDE DAS ÁRVORES!


Imagens: Google Imagens
Texto: pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Mundial_da_Árvore



quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Regimento Aprovado - COMDEMA Lajedo

COMDEMA
CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE








Uma gota no oceano, um grão de areia no deserto, embora pareça ínfimo, juntos podemos transformar.

 O Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMDEMA) reuniu-se quinta-feira (19), às 14h, no Auditório do IPSEL. Na pauta da reunião ordinária, diversos assuntos foram abordados, avaliados e deliberados. O primeiro assunto a ser tratado foi a analise, constituição, formulação e aprovação do Regimento Interno, que apos as alterações teve 100% de aprovação e será encaminhado ao poder executivo.

Também obtivemos informações sobre temas ambientais relacionados a nossa Lajedo, pelo Diretor de Meio Ambiente Marcelo Passos, através de apresentação de slides fotográficos da cidade e seu entorno. Além disso, a questão do castramóvel, equipado para o trabalho de castração de cães e gatos (machos) que deverá iniciar em breve na cidade, juntamente com a ARPAL - Associação de Resgate e Proteção aos Animais de Lajedo. e apresentação do PGIRS  - Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Lajedo a associação dos catadores da cidade.

Nosso Blog será uma fonte de transparência e luta para as atividades do Conselho do Meio Ambiente de nossa Cidade, além disso todo decreto, resolução e tomada de decisão será publicado no quadro de avisos da sede do poder executivo e legislativo, para as pessoas que não tem acesso aos meios digitais.


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

PASSEIO CICLÍSTICO - CANCELADO

NOTA:
PASSEIO CICLÍSTICO SÁBADO 21.09.2013





Dentro da programação das atividades socioambientais da Escola Ambiental, havíamos divulgado anteriormente na rede de relacionamentos FACEBOOK, onde temos um Fake, sobre o Passeio Ciclístico do dia 21.09.2013.

Como parte da 3ª etapa do Projeto PLANTE E ADOTE UMA ÁRVORE! da Escola Ambiental.

Em virtude dos últimos acontecimentos, e com pesar, pela perda de funcionários da municipalidade, é de contento da Equipe da Escola Ambiental, que não mais haja o evento, em respeito aos pais e mães de família que estão em momento de desolação.

Esperamos contar com a compreensão dos pré - inscritos, da sociedade em geral e dos órgãos que apoiaram nosso projeto. 




Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE


EREM - S. BENTO DO UNA


Sob a direção de Thiago Cadete os estudantes do EREM - São Bento do Una (José do Patrocínio Mota) recebemos o grupo para atividades referentes ao Aterro Sanitário de Lajedo, que recebe os resíduos sólidos da Cidade sede da Escola.

Trabalhar o destino final dos resíduos sólidos é de suma importância para conscientização do descarte e da responsabilidade individual do destino do lixo, não apenas em Lajedo, mas principalmente nas cidades consorciadas ao Aterro Municipal.

Os alunos do EREM - S. Bento estão desenvolvendo juntamente a equipe de professores um projeto sobre Meio Ambiente, onde a visitação a ESCOLA AMBIENTAL, serviu como aporte para as atividades realizadas em S. Bento do Una. Contribuir para essas atividades está dentro dos objetivos do Centro de Educação Ambiental de Lajedo, acreditamos que unidos podemos superar desafios e construir novos valores para uma educação atuante e melhor.



Texto: Monalisa Cruz, Andréa Félix e Cícero Henrique
Os alunos da Escola de Referência em Ensino Médio José do Patrocínio Mota, do Município de São Bento do Una,  acompanhados do Gestor Thiago Silva Santos e dos docentes Cícero Roberto Henrique e Monalisa Silva da Cruz,  visitaram no dia 11 de setembro (quarta-feira) o aterro sanitário da cidade de Lajedo.


A visita ao aterro sanitário de Lajedo-PE, foi de fundamental importância na adição de  novas informações ao Projeto de Meio Ambiente, vivenciado pela escola e para a concretização de dados anteriormente coletados pelos alunos (depósitos, toneladas produzidas e gastos econômicos), sobre o lixo produzido na cidade de São Bento do Una.
Sendo o lixo uma das formas mais comuns de poluição do Homem. O crescimento populacional e a mudanças econômicas (consumismo), tem contribuído para que toneladas e mais toneladas de lixo sejam produzidas descontroladamente pela população.
Encontrar  um local adequado para o descarte do lixo, não é tarefa fácil. O município de São Bento do Una, assim como outras cidades, não só do agreste de Pernambuco mas também de varias cidades de nosso país, tem esta problemática como fato.
Atualmente a maneira mais correta para depositar o lixo, é em locais denominados aterros sanitários. Estes terrenos são preparados especialmente para receber o lixo e de forma efetiva diminuir os danos causados ao meio ambiente. Uma outra maneira de diminuir os impactos ambientais causados pelo lixo, está relacionado com a Educação Ambiental. É preciso conscientizar a toda comunidade, que reduzir  a produção de lixo e criar hábitos sobre a reciclagem é um ótimo caminho , para que possamos ter um ambiente mais saudável e sustentável.
A visita teve início às 13 horas na Escola Ambiental, onde todos foram recebidos pela Gestora Andréa Félix Silva - (Especialista no Ensino da Biologia - UPE) e pela Pedagoga Cíntia Fernandes.
Inicialmente foi proferida uma aula muito interessante sobre preservação do meio ambiente e funcionamento do aterro sanitário, sempre enriquecida com informações técnicas e científicas que aguçaram a curiosidade de todos. Algumas informações merecem destaque, entre as quais, a área do aterro que é da ordem de 120.000 m2, ou seja, 12 hectares, a quantidade de lixo produzido pelo Município de São Bento do Una no mês de maio, que foi de 413,8 toneladas de lixo e  outro dado interessante é o valor pago por cada tonelada de lixo depositada no aterro que é de R$ 60,00. Considerando as informações podemos concluir que no mês de maio o município de São Bento do Una teve uma despesa de R$ 24.828,00 paga ao aterro sanitário da cidade de Lajedo.
Após a aula na Escola Ambiental, nos dirigimos ao aterro, onde houve mais explanação ministrada pela pedagoga Cíntia Fernandes, na oportunidade conhecemos o processo de formação do chorume e o seu depósito em forma cilíndrica. Enfim foi uma tarde muito proveitosa. Podemos compreender e firmar a importância da preservação do meio ambiente para que possamos  ter um desenvolvimento pautado na sustentabilidade.


Ambiente limpo não é o que mais se limpa e sim o que menos se suja. Chico Xavier


Profs. Cícero Roberto Henrique e Monalisa Silva da Cruz.


Imagem: Equipe Escola Ambiental 

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

terça-feira, 10 de setembro de 2013

13 e 14 de SETEMBRO TEM ESPETÁCULO - GRUPO CENA DE LAJEDO









O grupo Cena Teatro, estreará nos dias 13 e 14 de setembro às 20h no Comercial Sport Clube o seu novo espetáculo de rua: FAUSTINO – O ferreiro que enganou Deus e o Diabo. Escrito por Eliane Ganem e direção de Éverton Kelly.

Em  conversa com Antonio Marcos que é um dos componentes do grupo foi perguntado qual seria o objetivo de tal apresentação. Segue abaixo a resposta:
“Faustino, o fausto nordestino” pretende realçar na sociedade  a beleza, a sutileza, a inventividade e o rebuscamento da grande riqueza da literatura de cordel, uma literatura de temas tão variados, tão perspicaz e tão próxima da realidade de nossas vidas, pois caminhaconosco no imaginário popular, no inconsciente coletivo, só falta ser acordada, revalorizada e repaginada, para que a sociedade nordestina em geral se perceba possuidora e participante desta cultura. Consiste em um ato de preservação, disseminação, valorização e de fortalecimento das tradições oral e escrita, como também do vínculo de afetividade, de respeito e de apropriação da identidade do Nordeste.
A encenação conta com a direção de Éverton Kelly, muito conhecido no cenário teatral da região e Alexandre Salgado na iluminação/contra-regra. O elenco também conta com:
Faustino: Gilmar Genival
Bastiana/Repentista: Antonio Marcos
Dora: Edson Lima
Ceição: José Carlos
Padre: Joelisson Oliveira
Jesus: Gilmar André
São Pedro: Rodrigo Sobral
Diabo/velha das panelas: Maria José (Nina)
Diabo/noivo: Adson Alcantara
Diabo/bricante: yalle Feitosa
Figurinista: Alvaro Lucard
Preparador Musical: Nairo 

              




                                            Fonte:http://www.tvreplay.com.br/cultural/lajedo-pe-grupo-cena-teatro-estreia-novo-espetaculo/

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

ESCOLA ZÉLIA DE MOURA



É notado o interesse dos jovens sobre as maneiras eficazes de cuidar melhor do nosso Planeta, a geração atual embora esteja  vivenciando momentos de consumismo elevado, tem também uma percepção dos problemas que causam o descarte dos resíduos.

Uma questão milenar.

Vem crescendo o numero de escolas que buscam parceria com nosso Centro de Educação Ambiental,  para converter os conteúdos vivenciados em sala de aula, em atividades práticas.

Abrindo as atividades do mês de setembro recebemos os alunos da Escola Zélia de Moura - Lajedo/PE






Equipe: Escola Ambiental
Imagens: Cléia Santos

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

FLIG de 19 a 22 de SETEMBRO


O Festival de Literatura de Garanhuns acontece entre os dias 19 e 22 deste mês. Numa realização da Academia de Letras de Garanhuns e da Secretaria da Cultura do Governo Municipal, tendo o apoio de mídia da Ferreira Costa Home Center, o evento possui uma programação diversificada, incluindo música, palestras, poesia, arte e apresentações artísticas, e será realizado de forma intercalada no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti e na Praça Guadalajara.

Este ano, o festival literário irá homenagear o escritor Gilberto Freyre. Para o presidente da Academia de Letras, João Marques, a expectativa é de grande êxito na realização. “Queremos atrair um público variado durante os quatro dias. Teremos uma programação extensa e nossa expectativa é a melhor possível”, comenta.

Confira a programação completa, abaixo:

Centro Cultural
Quinta-feira - 19 de setembro
20h00 às 21h10
Pronunciamentos: João Marques (Presidente da Academia de Letras de Garanhuns) e Izaías Régis (Prefeito do Município)
- Fátima Quintas: Homenagem a Gilberto Freyre
- Homero Fonseca: Gilberto Freyre Feminista
Apresentação artística
21h20 às 22h20
Grupo Gaiamálgama

Praça Guadalajara
Sexta-feira - 20 de setembro
10h às 10h55
Espaço livre - Recital Augusto dos Anjos e outros poetas
- João Fernandes
- Karina Calado
11h05 às 12h
Literatura Popular e Literatura Erudita: o Mito
- Josivaldo Custódio, Paulo Gevais e Mário Rodrigues
15h25 às 16h20
Literatura Engajada: Isso Ainda Existe?
- Bruno Piffardini, Wellington de Melo e Thiago Corrêa
16h30 às 17h25
O Papel do Escritor na Sociedade Contemporânea
- Jodeval Duarte, Manoel Neto Teixeira e Aristóteles Bastos
20h00 às 20h55
Dimensões da Facticidade e da Fantasia na Literatura
- Raimundo Carrero
- Alexandre Santos
- Fellipe Torres

Centro Cultural
Apresentação artística
21h05 às 22h05
Sarau Vinicius de Morais- 100 anos

Praça Guadalajara
Sábado- 21 de setembro
10h às 10h55
Gênero e Dimensão do Conto e do Romance
- Cristiano Ramos
- Fernando Monteiro
11h05 às 12h
O Cordel como Crônica e Crítica Social-
Josivaldo Custódio, Valdir Marino e Gonzaga de Garanhuns
15h25 às 16h20
A Arte do Conto Ontem e Hoje
- Nivaldo Tenório, Cristiano Aguiar e Helder Herik
16h30 às 17h25
A realidade Ficcionalizada dos Valentes e dos Coronéis
- Cláudio Gonçalves
- Luiz Afonso de Oliveira Jardim

20h00 às 20h55
Da Interação entre a Literatura e a Sociologia de Gilberto Freyre
- Anco Márcio
- Homero Fonseca

Centro Cultural
Apresentação artística
21h05 às 22h05
Julião Marques

Chalé I (Clube AGA)
Domingo - 22 de setembro
10h45 às 11h50
As Novas Tecnologias e o Futuro do Livro
- Wagner Marques, Diogo Guedes e André Sena
12h10
Almoço de encerramento

                                                                                                                          

                                                                                                                           Fonte: SECOM GARANHUNS

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

ESTUDANTES DE SÃO CAETANO - PE, PRESTIGIAM A ESCOLA AMBIENTAL




Sabemos da Importância de uma escola ambiental já que o mundo que estamos hoje precisa urgentemente que cuidemos melhor do nosso planeta tendo em vista que os acontecimentos e fenômenos correntes dos últimos séculos vêm matando nosso planeta aos poucos, mais com a iniciativa de algumas escolas ambientais que vem tratando do assunto com muita responsabilidade e respeito no caso da Escola Ambiental de Lajedo - PE é muito boa, pois, a visita feita no dia 30 de agosto de 2013 com a turma do Programa Mais Educação da Escola Sizenando Leite de Macedo foi muito construtiva, pois o assunto tratado e abordado, veio para enriquecer o conhecimento dos nossos alunos sobre o Meio Ambiente, como devemos tratar nosso lixo, a importância da reciclagem, e muito mais, sem falar que todo assunto que esta ligado a educação de nossos filhos para proteger nosso planeta é válido.
Considerando que a educação ambiental não está em só recolher o lixo corretamente, mas ensina como devemos recolhê-lo, tratar e educar em sala de aula também, e a educação começa em casa e é levando ao logo do tempo e de nossa vida, pois o Planeta é de todos, e como fala a música "filho do dono" de cantor e compositor Flavio José (Eu não sou dono do mundo, mas tenho culpa, porque sou filho do dono). 
Como isso, a nossa visitação à Escola Ambiental nos levou a pensar e refletir  melhor, mudou nossas concepções perante tudo que esta ligado ao meio ambiente sem falar na receptividade, que a gestora e toda a equipe teve com os nossos alunos visitantes que passou e demonstrou na teoria e na prática como é a estrutura e funcionamento de um aterro sanitário, bem como, devemos nos porta perante este assunto.
Por tudo isso, recomendo a todos que façam uma visita para conhecer e viajar neste mundo que e a Educação Ambiental.




Certificação aos Profs.


Aula de Campo

Gestoras: Lúcia - S. Caetano e Andréa Félix - Lajedo
Entrega de Muda de Pau-Brasil


Alunos do Programa Mais Educação da Escola Sizenando Leite de Macedo de São Caetano - PE


Agradecem a todos que fazem a Escola Ambiental de Lajedo - PE.


Texto: Ivanildo Nunes
Imagens: Julieta Beserra(ESCOLA AMBIENTAL)

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

Postagem em destaque

CALENDÁRIO ESCOLAR ESTADUAL 2020

INSTRUÇÕES NORMATIVAS SEE 08/2017 LINK:http://www.educacao.pe.gov.br/portal/upload/galeria/19310/INSTRU%c3%87%c3%83O%20NORMATIVA%20SEE%...