sexta-feira, 15 de julho de 2016

Elo de União: Desbravadores Lajedo

Neste dia 09 de Julho aconteceu na Igreja Adventista a entrega dos lenços aos desbravadores, e a Escola Ambiental foi homenageada pelos serviços educativos prestados aos desbravadores no dia 02 de julho, com o conteúdo de ASTRONOMIA

Meninos e meninas com idades entre 10 e 15 anos, de diferentes classes sociais, cor, ou religião. Reúnem-se uma vez por semana para aprender a desenvolver talentos, habilidades, percepções e o gosto pela natureza.
 

Vibram com atividades ao ar livre. Gostam de acampamentos, caminhadas, escaladas, explorações nas matas e cavernas. Sabem cozinhar ao ar livre, fazendo fogo sem fósforo. Demonstramos habilidade com a disciplina através de ordem unida, e têm a criatividade despertada pelas artes manuais. Combatem, também, o uso do fumo, álcool e drogas.

Trabalham em equipe procurando sempre serem úteis à comunidade. Prestam, também, socorro em calamidades e participam ativamente de campanhas comunitárias para ajudar pessoas carentes. Em tudo o que fazem procuram desenvolver amor a Deus e à Pátria e, além disso, fazem muitos amigos!

O Clube de Desbravadores está presente em mais de 160 países, com 90.000 sedes e mais de dois milhões de participantes. Existem oficialmente desde 1950, como um programa oficial da Igreja Adventista do 7º Dia.

 

Os Desbravadores, também conhecidos como Clube de Desbravadores, são um departamento da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), que trabalha especificamente com a educação cultural, social e religiosa.

  

Faz parte do programa oficial da Igreja Adventista desde 1950. Mundialmente o Clube de Desbravadores faz parte do Ministério Jovem da IASD, que tem como diretor o australiano Gilbert Cangy.

Enquanto o clube de desbravadores existe principalmente para os juvenis, um de seus propósitos básicos é também reunir pais e membros da igreja através de um envolvimento ativo com o clube. O objetivo deste envolvimento é corrigir (ou fazer desaparecer) a lacuna entre gerações aproximando juvenis e adultos, para que trabalhem e se divirtam juntos em um vínculo de experiência comum.

Firmamos uma parceria onde contaremos com a força tarefa dos desbravadores de Lajedo para coleta de lacres, para convertermos em uma cadeira de rodas que será doada no Natal. Somos gratos a todos pela consideração, e valorização. 

Parabéns soldados de Cristo! Feliz Sábado
Imagens: Escola Ambiental
 Fonte: Wikipedia

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - CMEA



sexta-feira, 8 de julho de 2016

ESCOLA AMBIENTAL UNINDO SABERES COM A UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO


A ESCOLA AMBIENTAL intermediou a coleta de material para analise na UFPE no Recife, servindo como campo de pesquisa, para novas tecnologias e soluções no tratamento dos efluentes oriundos do aterro sanitário.

Estudantes de Doutorado, entraram em contato com a Gestora Andréa Félix da Escola Ambiental, para que acontecesse a efetivação da ação de captação do chorume. A Diretora, acompanhou de perto o trabalho dos doutorandos, acompanhada da diretoria do aterro sanitário da cidade, e deu as instruções necessárias para o acesso adequado e seguro ao local. 

O Chorume é também chamado por líquido percolado ou lixiviado






O material foi coletado na manhã do dia 07 de julho de 2016.






O Chorume é um líquido poluente, de cor escura e odor nauseante, originado de processos biológicos, químicos e físicos da decomposição de resíduos orgânicos. Esses processos, somados com a ação da água das chuvas, se encarregam de lixiviar compostos orgânicos presentes nos lixões para o meio ambiente.

Chorume também é uma mistura de água e resíduos da decomposição do lixo. Pode infiltrar-se no solo dos lixões e contaminar a água subterrânea. O chorume possui alta concentração de Demanda biológica de oxigênio (DBO).

Esse líquido pode atingir os lençóis freáticos, de águas subterrâneas, poluindo esse recurso natural. A elevada carga orgânica presente no chorume faz com que ele seja extremamente poluente e danoso às regiões por ele atingidas. 

Veja o vídeo:


A análise da demanda química de oxigênio (DQO) é um parâmetro utilizado como indicador da concentração de matéria orgânica presente em águas residuárias ou superficiais, sendo muito utilizado no monitoramento de estações de tratamento para a avaliação da contaminação dos efluentes industriais.

Com isso, a definição de DQO pode ser estabelecida como a medida da quantidade de oxidante químico necessário para oxidar a matéria orgânica de uma amostra. É expressa em miligramas de oxigênio por litro (mg O2 L-1).


Essas atividades permitem uma percepção sistemática da evolução das condições ambientais e servem como subsídio para as ações de Gestão Ambiental.

Texto, vídeo e imagens: Centro Municipal de Educação Ambiental de Lajedo - PE



PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE LAJEDO
CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (CMEA)

terça-feira, 5 de julho de 2016

100 DIAS COM RECORDE DE PÚBLICO


Atingimos mais de 2.000 pessoas em nossas atividades socioambientais em 100 dias de aulas. Com a reativação do Planetário obtivemos neste ano um contingente expressivo, mas não apenas isso, promovemos: Palestras, Formação aos professores, participação em eventos, atuação junto a secretaria de saúde e assistência social, distribuição de 500 sementes de árvores nativas, atendimento as escolas particulares, estaduais e de outros municípios, concurso artístico e cultural sobre eficiência energética junto a CELPE, formação com o CIPA, 

Estes números expressivos são a comprovação de um trabalho diversificado e comprometido com uma educação que atinge todos os níveis de ensino.


PALESTRAS DENGUE/ZIKA/CHIKUNGUNYA

A problemática ambiental, portanto, é resultado da inter-relação entre os processos social, político e cultural na constituição do pensamento e das práticas sociais.
PROFS. LAJEDO
Em decorrência, demanda-se uma proposta educativa que tente dar respostas à falência de todo um modo de vida e pensamento, calcado na razão científica objetivadora, no otimismo tecnológico e no imperativo da acumulação material. 
PALESTRAS
E num processo de Modernização Reflexiva, a educação também passa por uma revisão de pressupostos teórico-metodológicos, para trazer à tona um novo paradigma educacional.

PROFS. IBIRAJUBA
CRAS
Baseada na idéia de que um mundo globalizado pressupõe a eliminação de barreiras em todas as dimensões do existir humano, destruindo antigos parâmetros que serviram de referência na sociedade moderna industrial, para o ordenamento da vida social e das atividades humanas em geral, a educação dita ambiental carrega essa proposta de formar uma sociedade centrada na reflexividade. 



Decorrente do debate ecológico, a Educação Ambiental pode ser conceituada como sendo uma atividade intencional da prática social, que imprime ao desenvolvimento individual um caráter social em sua relação com a natureza e com outros seres humanos, com a finalidade de potencializar essa atividade humana, tornando-a mais plena de prática social e de ética ambiental.

A compreensão da complexidade do mundo e da cultura exige análises mais integradas; qualquer acontecimento humano apresenta diversas dimensões, uma vez que a realidade é multifacetada. Sendo assim, a compreensão de qualquer fenômeno social requer que se leve em consideração as informações relativas a todas essas dimensões.

Imagens: Banco de dados da Escola Ambiental de Lajedo
Texto: Equipe da Escola Ambiental

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO - PE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (CMEA)



Postagem em destaque

CALENDÁRIO ESCOLAR ESTADUAL 2020

INSTRUÇÕES NORMATIVAS SEE 08/2017 LINK:http://www.educacao.pe.gov.br/portal/upload/galeria/19310/INSTRU%c3%87%c3%83O%20NORMATIVA%20SEE%...