terça-feira, 26 de novembro de 2013

Núcleo Pedagógico promove: CAPACITAÇÃO SOBRE PLANO DE METAS E MONITORAMENTO

Escola Ambiental integrada nas capacitações municipais

Valorizando a Democratização do Ensino

 


Foram pautados, esclarecidos e debatidos os seguintes tópicos:



Premissas do Monitoramento


· A preparação, entendimento, participação e o comprometimento do pessoal.

· A implantação deve ser gradual e continua.

· Um processo de responsabilização por resultados deve ser implementado e mantido.

· A constituição de um comitê gestor é fundamental para acompanhar o processo.

· Compartilhar informações, integrar ações e tomar providencias para que os resultados almejados ocorram.

· Deverá ser elaborada uma Carteira de Projetos Prioritários, para acelerar a produção de resultados, tornando-se referencia para os outros.



Objetivos:


· Produzir, disseminar e compartilhar informações, analises e recomendações, em tempo hábil.

· Provocará tomada de decisão, para assegurar o alcance dos resultados.


Medida de Gestão

·         Com compromissos, prazos e responsabilidades.

Módulo de Monitoramento

·         Baseado em sistema de gestão vista (painel com as metas);
·         Fazer metas e ações que possibilitem ser atingidas;
·         Relatório de monitoramento com foco na realização das ações.

Princípio do Monitoramento Sistemático

·         Acompanhamento mensal dos resultados;
·         Reuniões de monitoramento e avaliação;
·         Relatório do monitoramento (escrito);
·         Monitoramento da realização das ações.








Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Dia 25 de novembro: Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher





Dia 25 de novembro é uma data de grande importância para as mulheres do mundo inteiro, principalmente para as que sofrem ou já sofreram algum tipo de violência, é o Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher. 
A violência contra a mulher é um problema mundial que não distingue camada social, uma em cada três mulheres já sofreu algum tipo de violência, sendo que esta é a principal causa da morte de mulheres entre 16 e 44 anos. Mais da metade dessa violência ocorre no ambiente familiar e a maioria das mulheres sofre calada, seja por medo de denunciar ou vergonha da situação.
A violência contra a mulher é uma questão social e de saúde pública; revela formas cruéis e perversas de discriminação de gênero; desrespeita a cidadania e os Direitos Humanos; destrói sonhos e dignidade. É a expressão mais clara de desigualdade social, racial e de poder entre homens e mulheres.
O dia 25 de novembro foi declarado como Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher em homenagem às irmãs Maria Teresa, Pátria e Minerva, conhecidas como "Las Mariposas". Juntas, elas combateram as injustiças sociais do governo ditador da República Dominicana, Rafael Leônidas Trujillo, tendo sido brutalmente assassinadas na referida data, no ano de 1960. Em 25 de novembro inicia-se, ainda, o movimento “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”, que terminará em 10 de dezembro, que é o Dia dos Direitos Humanos. A campanha aborda a responsabilidade da sociedade e dos governos no reconhecimento, na prevenção e na erradicação de todas as formas de violência contra as mulheres.
 A Lei Maria da Penha, nº 11.340, de agosto de 2006, estabelece que todo o caso de violência doméstica e intrafamiliar é crime, deve ser apurado através de inquérito policial e ser remetido ao Ministério Público.
De acordo com a Lei Maria da Penha, existem cinco tipos de violência domestica:

  •  Violência física: refere-se as condutas que ofendem a integridade e a saúde corporal da mulher;
  • Violência psicológica: são as ações que causam danos psicológicos e emocionais a mulher, como humilhação, ameaças e constrangimento;
  • Violência sexual: esta relacionada às praticas sexuais sem o consentimento da mulher;
  • Violência patrimonial: refere-se às situações em que o agressor destrói ou retém objetos pessoais, documentos ou recursos financeiros;
  • Violência moral: diz respeito a calunia, difamação e injúria contra a mulher agredida.


Diga não a violência contra a mulher. Denuncie. Disque 180.
 fonte: www.portaisgoverno.pe.gov.br
http://www.jcnet.com.br

domingo, 24 de novembro de 2013

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO REALIZA PALESTRA: "INCLUSÃO: ALGO POSSÍVEL"

1ª REUNIÃO PEDAGÓGICA SOBRE EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE LAJEDO


Palestrantes:

Profª Imera (Psicopedagoga)
Prof. Josivaldo (Interprete de LIBRAS)
Drª Nuênia (Psicóloga)



Desde o inicio do ano letivo observamos várias movimentações em prol da Inclusão de Deficientes em atividades educativas, culturais e lazer na nossa cidade.
A Secretaria de Educação realizou o I Reunião sobre Educação Inclusiva de Lajedo, tudo isso, graças a um esforço coletivo após a assinatura do pacto “Viver Sem Limite” que envolverá estudos sobre a mobilidade urbana com o objetivo de melhorar o bem estar e a locomoção de deficientes.
Nosso município possui mais de 8 mil pessoas com deficiência, porém apenas 129 estão matriculados na Rede Municipal de Ensino Básico
O plano de gestão para 2014 buscará formar todos os professores da Educação Básica em LIBRAS e BRAILE. Bem como, para o futuro, está em estudo a criação de um Centro de Atendimento Educacional Especializado de Lajedo (CAEEL), o que com certeza só irá somar sociopedagogicamente a todos.

A Secretaria de Educação juntamente com o Governo Municipal realiza um conjunto de políticas públicas estruturadas em quatro eixos: Acesso à Educação; Inclusão social; Atenção à Saúde e Acessibilidade. 

Cada ação presente nesses eixos é interdependente e articulada com as demais, construindo redes de serviços e políticas públicas capazes de assegurar um contexto de garantia de diretos para as pessoas com deficiência, considerando suas múltiplas necessidades nos diferentes momentos de suas vidas.

Tais atitudes reafirmam os Direitos Humanos das pessoas com deficiência, para garantir sua autonomia, liberdade e independência. 

Se avançamos na consciência de que o Brasil é de todos e todas, a hora é de garantir políticas públicas para a efetividade desses direitos.

 
Realização:

Prefeitura Municipal de Lajedo;

Secretaria de Educação;


Núcleo de Educação Inclusiva;

Centro de Reabilitação de Educação Especial.

Texto: Andréa Félix (ESCOLA AMBIENTAL)
Imagem: Claudionor Pimentel

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

sábado, 23 de novembro de 2013

23 de Novembro dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-juvenil

No dia 23 de novembro é vivenciado o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-juvenil que visa estimular ações educativas e preventivas relacionadas ao câncer, promover discussões e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção integral às crianças e aos adolescentes com câncer, apoiar a iniciativa da sociedade civil em organizar e desenvolver ações em prol da causa, difundir os avanços técnico-científicos relacionados e dar suporte aos familiares.

A Lei nº 11.650, datada de 4 de abril de 2008, instituía o dia 23 de novembro como Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. Estima-se que 70% das crianças com câncer possam ser curadas quando ocorre o diagnóstico precoce. As preocupações previstas nos objetivos da Lei são totalmente fundamentadas nos números divulgados pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA). A cada ano, estima-se mais de 9 mil novos casos de câncer infanto-juvenil, configurando a segunda causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos. A ideia de dedicar esse dia ao combate do câncer infantojuvenil surgiu da necessidade de conscientização dos profissionais de saúde e da população sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil. É importante frisar que quanto antes for descoberta a doença, maiores são as chances de cura, por isto a importância das ações de conscientização do diagnóstico precoce, principalmente nas cidades do interior.
 

É configurado como câncer um grupo de doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais, a qual pode ocorrer em qualquer local do organismo. Entre os tipos mais comuns da doença nas crianças estão leucemia, tumores do sistema nervoso central e linfomas,  nessa faixa etária são mais comumente atacadas as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação. Enquanto nos adultos a doença afeta, em geral, as células do epitélio, que recobrem os diferentes órgãos (é o caso do câncer de mama e o de pulmão). A prevenção do câncer torna-se ainda mais complicada nessa faixa etária e o foco volta-se de vez para o diagnóstico precoce e o tratamento.Além disso, enquanto em adultos a doença se relaciona com fatores externos, como, por exemplo, o fumo, nas crianças não existe essa evidência.

É importante, portanto, estar atento ao aparecimento de sintomas que podem ser sinais da doença. Procure um especialista caso seu filho apresente:
  • perda de peso;
  • manchas roxas e sangramento pelo corpo, sem machucados;
  • vômitos acompanhados de dor de cabeça, diminuição da visão ou perda de equilíbrio;
  • caroço em qualquer parte do corpo, principalmente na barriga;
  • palidez;
  • febre prolongada, sem causa identificada;
  • dores nos ossos e nas juntas, com ou sem inchaços;
  • crescimento do olho, podendo estar acompanhado de mancha roxa no local.
O tratamento do câncer começa com um diagnóstico correto, ao avaliar o paciente, o médico solicitará os exames laboratoriais e de imagem necessários para avaliar o estado de saúde e identificar o problema. O tratamento deverá sempre ser feito em local especializado e compreende três modalidades principais: quimioterapia, cirurgia e radioterapia. Além dos medicamentos, é indispensável para a cura a participação e o apoio de familiares e amigos. O bem-estar e a qualidade de vida dessas crianças e adolescentes estão em primeiro lugar.

Diversos personagens de desenhos infantis estão com um novo visual. A campanha "Carequinhas contra o Câncer Infantil", desenvolvida pelo Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), quer mostrar que os personagens como a Mônica, o Cebolinha, o Garfield e até a Galinha Pintadinha também podem ser carecas como as crianças em tratamento.
Turma da Mônica
Galinha Pintadinha


Garfield









Texto: Julieta Beserra

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

"Associação de Artesãos INÊZ DE PAULA" realiza - Mostra Natalina


 Acontece hoje e amanhã na Associação Inêz de Paula a mostra de encerramento de curso Motivos Natalinos, contando com belíssima exposição dos trabalhos elaborados pelos associados. Onde foram empregados os mais diversos materiais - recicláveis, tecidos, com técnicas de colagem, croche, bordados e vários apliques.


Para realização deste evento tiveram o apoio da Prefeitura Municipal, SENAR e Banco do Nordeste, além do trabalho primoroso dos cursandos.  

A atuação dos artesãos, consiste no treinamento prático e diário, centrado na ocupação atual ou futura, isto significa que na operacionalização de suas ações, estimulando a aprendizagem de maneira harmonioza, mudando a visão do homem sobre si mesmo e sobre o mundo em que ele vive.

Valorizar a sua produção e expôr além de um ato cidadão é uma forma de interagir e  mostrar suas habilidades natas e adquiridas.

 

Os 12 participantes das atividades realizam a mostra dos objetos das 17h às 21h na sede da associação. Incentivar e valorizar nos artístas precisa ser uma constante, pois apesar das lutas somos bem representados no Agreste Meridional.

BONITO DE SE VER! PARABÉNS A TODOS 



Inêz de Paula Medeiros - Dondinha (filha do músico Washington Medeiros)


Texto e Imagens Andréa Félix (ESCOLA AMBIENTAL)

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE


quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A Importância no Destino Final do LIXO


Odilon Lima - Geógrafo - FABEJA/AEB



Visão no conceito ambiental, é de fundamental importância de sobre maneira à consciência do destino final do lixo que são produzidos nas cidades, pois as mesmas devem adotar meios de conscientizar cada um dos seus habitantes a se envolverem a esta causa. 

E que as políticas públicas envolvidas nesse processo possa desenvolver cada vez mais ações que viabilize, os métodos que envolva a sociedade a cuidar do seu ambiente de convivência social, deste modo estaremos contribuindo com o desenvolvimento sustentável comum a todos que estão neles inseridos. 

Parabenizo a Escola Ambiental de Lajedo por desempenhar essa fundamental missão de envolver todos aqueles que buscam conhecer sobre a importância de cuidar do meio ambiente, e do dever de cada cidadão para ter sua qualidade de vida. 





Uma excelente aula de campo para nós Universitários da Fabeja, e uma grande experiência para as crianças e adolescentes da Casa Lar Abrigo de Lajedo, agradecemos a todos que fazem parte da Escola Ambiental Lajedo; em nome de todos os participantes do projeto Proupe.

 

 

Texto: Odilon Lima
Imagens: Julieta Beserra (ESCOLA AMBIENTAL)


Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Esc. Pe. Antonio realiza mostra multicultural temática "Lajedo Epopéia de Amor - Nossa Terra, Nossa Gente"



No dia 20 de novembro a Escola Pe. Antonio Barbosa realizou grandiosa exposição multicultural envolvendo os alunos da instituição nos dois turnos matinal e vespertino em temática valorizando a cultura e a história de nossa querida Lajedo - PE.

Tais atividades desenvolvem além do conhecimento empírico e científico o gosto pela pesquisa e a valorização pelas nossas raízes, a exposição multicultural envolveu todo o Ensino Fundamental, além do empenho da equipe de coordenação, gestão e professores que organizaram brilhantemente o evento com muita criatividade e inovação.

A movimentação foi tremenda, com apresentações musicais e exposição dialogada feita pelos alunos, além de envolver mídias tecnológicas, mostrando que a escola está engajada com os projetos propostos pela Secretaria de Educação, que foi apresentado no início do ano letivo pela coordenadora de projetos Paula Lisboa.

Nossa cidade não dispõe de museus, teatros ou cinema, porém, a educação proposta pelas escolas traz a cada dia novos projetos que estimulam nossa juventude, fazendo-lhes compreender a evolução histórica e cultural que Lajedo passa a cada ano.


Texto e imagens : Andréa Félix


"Um povo sem memória é um povo sem história. E um povo sem história está fadado a cometer no presente, e no futuro, os mesmos erros do passado." (Emília Viotti - historiadora brasileira)


  




Texto e imagens: Andréa Félix (ESCOLA AMBIENTAL)

Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Lajedo - PE



Postagem em destaque

CALENDÁRIO ESCOLAR ESTADUAL 2020

INSTRUÇÕES NORMATIVAS SEE 08/2017 LINK:http://www.educacao.pe.gov.br/portal/upload/galeria/19310/INSTRU%c3%87%c3%83O%20NORMATIVA%20SEE%...